Intestino-saudavel

POR QUE VOCÊ DEVE CUIDAR DO SEU INTESTINO?

O papel do intestino vai muito além da digestão, ele representa a porta de entrada dos nutrientes essenciais para o funcionamento do organismo e funciona como um filtro ao barrar a entrada de substâncias prejudiciais para a nossa saúde. Por isso é tão importante que ele esteja saudável.

O que é a microbiota intestinal?
A microbiota intestinal são os microrganismos que habitam nosso intestino. Temos mais bactérias no intestino do que células no corpo!
Essas bactérias podem ser benéficas (probióticas) ou ruins (patogênicas), competindo entre si para a colonização do intestino.

Mas porque é tão importante manter nosso intestino saudável?
A saúde intestinal tem um profundo impacto sobre a saúde do organismo, pois são nas células intestinais (os enterócitos) que são produzidas enzimas digestivas, hormônios e neurotransmissores (entre eles a serotonina!), além da absorção de nutrientes.
A microbiota auxilia na ação do sistema imune, na resistência à colonização por patógenos, além de promover uma absorção e produção adequadas de nutrientes.

O que é a disbiose intestinal?
A disbiose é o estado de desequilíbrio das bactérias intestinais. Os hábitos de vida, entre eles a alimentação, afetam o equilíbrio da microbiota, fazendo com que bactérias ruins se prevaleçam em relação às benéficas. Esse aumento nas bactérias nocivas provoca a formação de compostos tóxicos. A permeabilidade da mucosa também é alterada, permitindo a passagem de componentes tóxicos e moléculas indesejáveis para o nosso organismo.

E os prebióticos e probióticos?
Os prebióticos são carboidratos não digeríveis, ou seja, fibras que quando são fermentadas pelas bactérias do nosso intestino, alteram de forma saudável a composição da microbiota, estimulando a proliferação e atividade de populações de bactérias benéficas. São encontradas em grandes quantidades nas verduras, legumes e grãos integrais.
Os probióticos são microrganismos vivos que conferem benefícios à saúde auxiliando na manutenção e recuperação da microbiota saudável. Quando ingeridos, recolonizam a microbiota e competem com as bactérias nocivas.

O desequilíbrio da microbiota intestinal tem sido relacionado com diversos sintomas: constipação, fezes muito duras, diarreia, fezes amolecidas, flatulência, desconforto abdominal, queda de cabelo, enfraquecimento das unhas, má digestão e absorção de nutrientes, cansaço, irritabilidade e imunidade baixa. O nosso intestino deve funcionar diariamente, então se você observar qualquer um destes sintomas, consulte um nutricionista.

Entre as doenças associadas à disbiose estão: obesidade, diabetes, câncer, doenças inflamatórias intestinais, infecções urinárias, doenças inflamatórias de pele como psoríase e dermatite atópica, alergias, doenças autoimunes e depressão.

E COMO MELHORAR A SAÚDE DO SEU INTESTINO?

Aposte em comida de verdade! Descasque mais e desembale menos!
Os alimentos industrializados contêm inúmeros aditivos alimentares, que alteram negativamente a microbiota com o aumento de bactérias ruins.
Consuma uma variedade grande de verduras, legumes e frutas: são ricos em FIBRAS e com eles, haverá estímulo suficiente para formação das fezes e para a manutenção dos probióticos (bactérias boas do intestino).

Gemüse

Inclua alimentos integrais na sua alimentação que tem papel fundamental no equilíbrio da microbiota intestinal, formação das fezes e integridade da mucosa.

Consuma com moderação de bebidas alcoólicas: causam inflamação na mucosa intestinal, prejudicando a absorção dos nutrientes e a eliminação de toxinas.

Mastigue bem os alimentos: assim você evita que o alimento chegue ao intestino em tamanho muito grande, agredindo a mucosa intestinal e causando má absorção.

Pouca ingestão de líquidos durante o dia: dificulta a formação do bolo fecal. Mantenha-se hidratado! A necessidade de água é individual e a recomendação média é em torno de 2 litros por dia.

Prefira alimentos orgânicos: para diminuir a exposição do intestino a toxinas e preservar o equilíbrio da microbiota intestinal.

Tenha hábitos alimentares saudáveis e com certeza seu intestino será muito mais saudável!

assi-luisa.fw

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*